Segunda-feira, 1 de Março de 2010

crepusculo sul mare

Nota prévia, o post deve ser lido ao som desta musica:


Sentado sob a sombra de uma arvore, desfrutava de um fim de tarde quente. Sempre gostei daquela pequena praça, tão calma, não sei porque não vou lá mais! No fundo da rua fica o mar.. E foi desde esse fundo da rua que a vi aproximar-se. Já não me lembrava  mais de como gostava de a contemplar! Olá, esse vestido fica-te tão bem... Ela ainda estava ofegante da subida, quando a beijei senti o seu corpo ligeiramente humedecido pelo suor, e aquele cheiro que só ela tem. Após alguns minutos de conversa, veio o silencio... incrivelmente, e ao contrário do que esperava, ainda exerciamos um efeito hipnotizante mutuo! Vamos subir para minha casa? Eu respondi que sim... Pelo caminho peguei-lhe na mão, ela apertou-a com força.  Passados alguns minutos, as forças  de ambos estão completamente consumidas pelo desejo e paixão, e voltou o olhar mutuo! Apenas com ela eu me sentia confortável para ser visto até á alma, depois de fazer amor... Murmurei-lhe ao ouvido, os nossos olhos cruzaram-se, desta vez humedecidos. Abraça-me! Tive tantas saudades tuas, desta vez vai correr bem... Sim, vai!

publicado por Ego às 21:05
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.participar

. participe neste blog

.subscrever feeds