Sexta-feira, 5 de Março de 2010

Bearsuit

 

"I'm laying on my back
She climbs over me
Pricks out her nails
Runs them over my proud belly
I'm a tired, hungry bear
Spoiled and sleepy
Her finger's on my zipper
She pulls it down slowly
I'm not ready
Turn over, settle down again
Throw her off
But she's back again
I've been out all night
Get in at dawn
And I've still got honey
Dripping from my claws
I'm a tired, hungry bear
Spoiled and sleepy
Her finger's on my zipper
She pulls it down slowly
I'm not ready
Turn over, settle down again
Throw her off
But she's back again"

 

sinto-me: like a bear
música: bearsuit - tindersticks
publicado por Rui Cepeda às 17:58
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Março de 2010

Otra luna

Nota prévia: o post deve ser lido ao som da seguinte musica:

 

 

Sentado sob a sombra de uma arvore, desfrutava de um fim de tarde quente. Sempre gostei daquela pequena praça, tão calma, não sei porque não vou lá mais! No fundo da rua fica o mar.. E foi desde esse fundo da rua que a vi aproximar-se. Reparei que ela se vinha, e continuei a folhear o jornal! Olá... Ela ainda estava ofegante da subida, quando a beijei senti o seu corpo ligeiramente humedecido pelo suor. Após alguns minutos de conversa, veio o silencio... senti-me desconfortável... Vamos subir para minha casa? Eu não tive coragem para dizer que não! Pelo caminho ela pegou-me na mão, eu agarrei um pouco e depois larguei..   Passados alguns minutos o sexo terminou! Ela olhou-me nos olhos, naquele momento não conseguia mais esconder o que me ia na alma. Preciso de ir á casa de banho! Foi assim que consegui fugir. Ela sabia o que se passava, mas quis acreditar que o sexo ia fazer voltar o amor... Temos que falar, disse eu enquanto me vestia. Quando já estava junto á porta ela murmurou-me ao ouvido... eu sai sem dizer mais nada, não podia deixa-la fazer mais mal a si própria. Estava esmagado pelo peso de magoar quem me amava e com quem partilhei muito...

publicado por Ego às 22:59
link do post | comentar | favorito
|

crepusculo sul mare

Nota prévia, o post deve ser lido ao som desta musica:


Sentado sob a sombra de uma arvore, desfrutava de um fim de tarde quente. Sempre gostei daquela pequena praça, tão calma, não sei porque não vou lá mais! No fundo da rua fica o mar.. E foi desde esse fundo da rua que a vi aproximar-se. Já não me lembrava  mais de como gostava de a contemplar! Olá, esse vestido fica-te tão bem... Ela ainda estava ofegante da subida, quando a beijei senti o seu corpo ligeiramente humedecido pelo suor, e aquele cheiro que só ela tem. Após alguns minutos de conversa, veio o silencio... incrivelmente, e ao contrário do que esperava, ainda exerciamos um efeito hipnotizante mutuo! Vamos subir para minha casa? Eu respondi que sim... Pelo caminho peguei-lhe na mão, ela apertou-a com força.  Passados alguns minutos, as forças  de ambos estão completamente consumidas pelo desejo e paixão, e voltou o olhar mutuo! Apenas com ela eu me sentia confortável para ser visto até á alma, depois de fazer amor... Murmurei-lhe ao ouvido, os nossos olhos cruzaram-se, desta vez humedecidos. Abraça-me! Tive tantas saudades tuas, desta vez vai correr bem... Sim, vai!

publicado por Ego às 21:05
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

A Single Man

"A few times in my life I've had moments of absolute clarity, when for a few brief seconds the silence drowns out the noise and I can feel rather than think, and things seem so sharp and the world seems so fresh. I can never make these moments last. I cling to them, but like everything, they fade. I have lived my life on these moments. They pull me back to the present, and I realize that everything is exactly the way it was meant to be." George in Tom Ford´s Single Man


publicado por Rui Cepeda às 01:19
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

where is my mind?

Where is my mind? I certanly dont know that... but now it doesnt seem something of great matter... There were times that the most important was to love someone, there were times that the most important was to know that someone else loved me... Now just want to be able to show myself without any shell!!! I know i have o...nes who care, and ones i care for... i know that in the end all will be worth of it, i hope i will be able to say that i did my best!!! Because when you are sure that you gave your best, the outcome is not the most important...

música: where is my mind - Pixies
publicado por Rui Cepeda às 04:38
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

Baby steps

 

Eu não me lembro, mas seguramente houve um momento na minha vida que eu decidi que queria andar, como as pessoas grandes! Não sei se fiz um plano, nem tão pouco se tinha objectivos... Não me lembro o que fiz para me motivar, se calhar não me motivei.. Ainda que não tenha memórias disso, posso garantir que não foi nada fácil! Cai muitas vezes, e em algumas delas doeu muito... Não sei se pensei em desistir, se fosse hoje pensaria assim! Felizmente não desisti...

No meio de todas as coisas que ganhamos com a experiência de vida, como é que perdemos aquela essência de pequeno ser temerário, possivelmente inconsciente, mas que quando cai não vê outra hipótese que não levantar-se?


 

música: Bibo No Aozora Endless Flight Babel
publicado por Rui Cepeda às 01:06
link do post | comentar | favorito
|

...

O que estou a sentir? Não sei
Não estou a sentir nada? Acho que não!
Então o que sinto? Não quero saber...

sinto-me: ?
música: Glory box
publicado por Rui Cepeda às 00:57
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Mais um...

O Ego é a soma total dos pensamentos, idéias, sentimentos, lembranças e percepções sensoriais.


É nesse ambito que espero dar um contributo positivo a este blog, mantêndo o anonimáto por razões pessoais.

publicado por Ego às 16:37
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

Correrias

Comemos á pressa, andamos á pressa, conduzimos de pressa, falamos á pressa, respondemos aos emails sempre á pressa, vamos buscar os filhos á escola á pressa, para lhes dar banho á pressa, para eles irem jantar á pressa, para depois á pressa irem brincar um bocado, para com bastante pressa irem dormir e nos próprios depois irmos dormir á pressa... Apressamos o nosso envelhecimento e apressamos o aparecimento de doenças, que queremos apressadamente resolver para poder voltar á pressa para toda a presa que a rotina diária nos exige. Onde é que toda esta pressa nos leva? Fazemos mais coisas, somos mais felizes, temos mais tempo para nos e para estarmos com as pessoas que gostamos?

Não desfrutamos dos prazeres que estão no caminho, e quando atingimos o fim sentimo-nos vazios!!!


P.s: Todas as pessoas deviam ser obrigadas pelo menos uma vez na vida chegar tarde ao trabalho e dizer ao chefe "hoje de manha estive a fazer amor, perdi noção do tempo e com isso atrasei-me, peço desculpa pelos inconvenientes que possa ter causado"... E não, eu ainda não o fiz!!!

música: run - air
publicado por Rui Cepeda às 21:48
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010

até já?

Num acto que pode ser considerado francamente impulsivo, decidi suspender este blog, e eliminar os conteudos anteriormente publicados!


Ultimamente a disponibilidade para escrever novos posts tem sido reduzida, e como tal achei que o melhor é fazer um pausa e dizer um até já....


A duração da pausa é incerta, mas fica o enorme prazer de ter partilhado e essa partilha ter servido para aproximar alguns velhos e outros novos amigos!

publicado por Rui Cepeda às 01:04
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.participar

. participe neste blog

.subscrever feeds